Destilando Palavras

Gosto bastante de escrever - digamos que as palavras muitas vezes foram meu refúgio. Apesar de hoje em dia trabalhar efetivamente escrevendo, sempre que posso extravaso meus sentimentos através delas. Aqui você encontra um pouco disso e, consequentemente, um pouco mais de mim.

Sobre John Green, ídolos e o Grande Talvez;
Como John Green me salvou (de novo);
John Green no Brasil (ou um dos dias mais felizes da minha vida);
Sobre sumiços e recomeços;
O amor nos tempos do Tumblr;
O que aprendi com Quem é você, Alasca?;


#1: Sala de Jantar d'Alma;
#2: Fuga nº1;
#3: Untitled;
#4: Prosinha Antiga;
#5: Cartas (I) - Sobre Gestos;
#6: Untitled;
#7: Visitando velhos amigos;

Share
Tweet
Pin
Share