[Resenha] Me chame pelo seu nome - André Aciman

by - 11:21 AM

"Ulliva, Ulliva, Ulliva... era Oliver me chamando pelo seu nome (...); mas também era eu chamando-o pelo seu nome, esperando que ele me chamasse de volta pelo meu, que eu falaria por ele para mim, e para ele de novo: Elio, Elio, Elio."


Difícil definir minhas emoções após a leitura desse livro com outra palavra que não seja: impactada. Me chame pelo seu nome foi, definitivamente, o livro que mais me fez sentir emoções distintas em toda minha vida de leitora. Isso porque eu já tinha alguns pré-conceitos com relação a ele por conta do filme, que assisti na época da premiação do Oscar e que não me agradou tanto. Ler um livro com a visão do filme, na minha opinião, prejudica bastante a experiência da leitura.

Mas falando diretamente sobre a história: Elio é um garoto de 17 anos que vive na Itália em uma casa bastante aconchegante com seus pais. Em todos os verões, seu pai - que é professor universitário - escolhe um aluno, ex-aluno ou pesquisador para passar os dias na Itália desfrutando das belezas locais, escrevendo artigos, pesquisando... E, em troca, ajudando-o com o que for necessário em suas próprias pesquisas.

Acontece que no verão específico em que essa história acontece, na década de 1980, o visitante da vez é Oliver: um americano de 24 anos, com camisas esvoaçantes, calções de banho que refletem seu humor e um jeito que às vezes passa por esnobe. Elio se encanta perdidamente por ele. Passa tardes e tardes fantasiando com o toque dele, qual seria a textura de sua pele, seu cheiro...

Quando assisti ao filme achei tudo bem mais ou menos. Sim, eu sei, é uma opinião bastante polêmica, mas não me desculpo por isso. Eu entendo que para as pessoas que vivem na pele a descoberta da sexualidade da maneira como o Elio viveu, tanto o filme como o livro têm uma ligação emocional bastante intensa. Já para mim, que não vivi nada disso e que já assisti a filmes bem melhores nos quesitos técnicos e mais emocionantes no quesito do enredo, não fui tão impactada por ele, embora tenha gostado muito da fotografia e da trilha sonora.


Com o livro a experiência foi parecida, ao menos nos primeiros capítulos: por ser narrada pelo próprio Elio, a história era resumida a descrições sobre os pequenos momentos de atenção que recebia de Oliver, a ladainha da rejeição e suas fantasias adolescentes com o rapaz mais velho. Na minha percepção essa parte foi bastante maçante e quase me fez desistir da história. Apesar disso, muita gente vinha me dizendo que o livro era infinitamente melhor e mais poético do que o filme, então insisti.

Posso dizer que valeu a pena, apesar dos mais de 15 dias para chegar à metade do livro. A partir do momento em que o romance de fato se concretiza, sinto que a história finalmente ganhou vida. Não acho que seja nenhum tipo de spoiler dizer que sim, em algum momento Oliver e Elio ficam juntos, até mesmo porque muita divulgação do filme e do livro foi feita usando como base o romance que acontece.

No decorrer da história consegui até mudar um pouco minha opinião a respeito de Oliver que, no começo, eu enxergava como um homem adulto se aproveitando da ingenuidade e do momento de descobertas da vida de Elio. Essa característica continua existindo, na minha opinião, mas também entendo que como personagem, ele ganha muito mais profundidade no livro. O leitor entende os motivos de tudo que acontece e também as reações do Elio.

Por fim, gostei da narrativa do livro e da escrita poética do autor. Em muitos momentos ele utiliza de metáforas que podem confundir o leitor a respeito do que se passa - se faz parte da imaginação de Elio ou se é real - mas isso não prejudica a leitura de forma alguma. Recomendo Me chame pelo seu nome para quem gosta de personagens com profundidade e histórias bastante descritivas. 

Infos:
Título original: Call me by your name
Autor: ACIMAN, André
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788551002735
287 páginas

Livro cedido para resenha pela editora
Para comprar: Amazon 
(comprando através dos links do blog, a blogueira que vos fala ganha um dinheirinho pra investir em mais resenhas pra cá)

You May Also Like

0 comentários

Obrigada pela visita e comentário!
Comentários com mera intenção de spam ou divulgação serão ignorados.

Todas as visitas são retribuídas (muitas vezes retribuo seguindo o blog em questão, para assim poder comentar uma publicação que seja interessante e acrescentar ao invés de só retribuir).

Beijos ^-^