4 de agosto de 2016

#ValorizeOBooktube

Oi!

Na semana passada o assunto no booktube foi somente um: a campanha de valorização do nosso trabalho, lançada pelo Victor do Geek Freak. A partir do vídeo dele e da hashtag #ValorizeOBooktube, produtores de conteúdo desse nicho tão maravilhoso mostraram sua indignação com relação às práticas abusivas de algumas editoras.

Se você chegou agora ou não entende muito bem como a coisa funciona vou te explicar. Sabe aqueles vídeos enormes de book haul, com pilhas e mais pilhas de livros e que todo mundo adora? Muitos daqueles livros são enviados pelas editoras através de parcerias. O que pode a primeira vista parecer uma ótima maneira de aumentar o número de exemplares da sua estante esconde por trás alguns poréns.

Essas parcerias funcionam através de permuta. As editoras enviam os livros e os parceiros enviam em troca a sua resenha/divulgação/whatever. Cada editora tem suas regras, mas num geral, o parceiro é quem solicita os livros de seu interesse, e só pode solicitar outros mediante entrega da resenha. Para mim, esse modelo de parceria não tem problema algum. Acontece em vários nichos além do booktube, e é uma maneira bacana dos canais e blogs menores estarem em contato com lançamentos e divulgarem o seu trabalho através das editoras.

Porém, algumas outras editoras trabalham de uma maneira um pouco mais complicada e muitas vezes abusiva, enviando dezenas de livros não solicitados e obrigando o parceiro a realizar a leitura e a entregar uma resenha. Muitas vezes, quando as resenhas são negativas, também obrigam o blogueiro ou booktuber a retira-la do ar. E é esse um dos pontos principais dessa campanha.

Apesar de falarmos sobre os mesmos assuntos, os blogs e canais literários tem seus sub-nichos, tem seu público que se interessa por um ou mais gêneros específicos. Ao enviar todos os lançamentos sem nenhum critério, as editoras ignoram essas especificidades de cada mídia. Por exemplo: meu gênero favorito é Young Adult, foi através dele que comecei o blog e é esse o gênero que predomina entre minhas leituras. Logo, imagino que seja também o gênero que atraiu meus leitores e inscritos. Qual o ponto de uma editora me enviar um livro, por exemplo, de romance histórico e me obrigar a mostrar isso para meu público? Nem eu, nem a editora, e muitos menos o meu público terá benefício algum com isso.


O booktube, apesar de crescer mais a cada dia, continua sendo o nicho esquecido. Somos ótimos para divulgar os lançamentos, mas para ações pontuais (como foi o caso da divulgação do filme Animais Fantásticos e Onde Habitam) as marcas continuam escolhendo influenciadores somente através dos seus números, e que muitas vezes nada tem a ver com o produto específico. Vejo muitas vezes algumas editoras enviando vários lançamentos para blogueiras famosas de outros nichos, como beleza e moda. Elas também são cobradas para que entreguem resenhas?

Acho importante ressaltar que, de maneira alguma, essa campanha se trata se uma guerra ou boicote às editoras. O ponto principal é mostrar o nosso lado, as nossas reivindicações, mas também ouvir o que as editoras têm a dizer, entender o lado deles, e chegarmos juntos a uma melhor saída para todos. A campanha é, também, um convite à reflexão para os próprios produtores de conteúdo relacionado à literatura: como você valoriza o seu próprio trabalho? 

Hoje eu sei que mantenho entre minhas parcerias somente editoras que realmente tem algo em comum com o Poesia Destilada e, principalmente, respeitam o trabalho que faço aqui e no canal. Mas, lá no começo, já fui o tipo de pessoa que se inscrevia em todas as parcerias que abriam processo seletivo, sem ao menos conhecer o catálogo da editora, e acabava com uma pilha de livros que eu não tinha vontade alguma de ler só pelo status que era encher minha barra lateral de selos de parceria. A reflexão é válida: suas parcerias realmente são algo que te trazem bons frutos? Ou o ponto é só encher sua estante e ganhar status?


0 comentários :

Postar um comentário

Obrigada pela visita e comentário!
Comentários com mera intenção de spam ou divulgação serão ignorados.

Todas as visitas são retribuídas (muitas vezes retribuo seguindo o blog em questão, para assim poder comentar uma publicação que seja interessante e acrescentar ao invés de só retribuir).

Beijos ^-^