19 de agosto de 2016

[Resenha] Pax - Sara Pennypacker

Às vezes, na verdade, Peter tinha a sensação de que ele e Pax eram um só. 

Você já imaginou como seria ser obrigado a abandonar seu bichinho de estimação à própria sorte? É essa a situação em que Peter se vê no início da história de Pax.

Com a guerra se aproximando e seu pai se preparando para as batalhas, Peter é obrigado a se mudar para a casa de seu avô, que não permite animais. Dessa maneira, o garoto acaba aceitando a ideia de seu pai de que o melhor a fazer é devolver Pax - sua raposa macho de estimação - à natureza. Menos de 24h depois de deixá-lo em um bosque na metade do caminho entre sua casa e a casa de seu avô, Peter se arrepende da decisão e resolve que voltará buscar o seu animalzinho.

Ao mesmo tempo em que Peter vive as aflições de estar a própria sorte e sozinho no mundo, Pax experimenta pela primeira vez a sensação de liberdade, já que foi resgatado ainda bebê pela família do garoto e nunca chegou a conhecer a vida selvagem. Ele passa a ter uma percepção melhor dos seus instintos, descobre outros animais e, pela primeira vez, vive junto aos seus iguais ao conhecer Miúdo e Arrepiada, duas raposas que vivem naquele território.

Enquanto Peter e Pax lutam para se reencontrarem, o terror da guerra se aproxima. É comum Pax notar a presença dos 'doentes de guerra' em um acampamento próximo à floresta, e Peter já não se amedronta com as notícias dos jornais. Para ambos, apenas uma coisa importa: reencontrar o seu melhorar amigo.


Essa história me tocou muito do início ao fim. Logo nas primeiras páginas as lágrimas já inundaram meus olhos e não pude deixar de me identificar muito com Peter. Eu obviamente não tenho uma raposa, mas sei que o sentimento que o garoto cultiva pelo animal é muito próximo ao que tenho com meus gatos. A todo momento me imaginava no lugar dele e sentia o coração apertar demais.

Mas não só de tristeza e emoção o livro é feito. Ao intercalar os pontos de vista de Peter e Pax, também é possível experimentar as sensações completamente novas da raposa - a euforia ao avistar pela primeira vez os pássaros, a ternura com que a relação de Pax, Miúdo e Arrepiada vai sendo construída e, claro, a lealdade com que ambos persistem em buscar um ao outro. Foi sentimento do início ao fim!

Além de uma história comovente, Pax também nos entrega um presente aos olhos, com uma edição mais do que caprichada, muitos detalhes e ilustrações maravilhosas. O livro é uma ótima indicação de presente para todas as idades, e é uma daquelas histórias que sempre acrescentarão mais e mais em cada diferente época e leitura. Muito mais que recomendado, principalmente para quem, assim como eu, tem uma relação muito forte com seus bichinhos ❤.


Infos:
Título original: Pax
Autora: PENNYPACKER, Sara
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788551000229
288 páginas
Livro cedido para resenha pela editora.
Para comprar: Submarino | Americanas | Amazon
(comprando através dos links do blog, a blogueira que vos fala ganha um dinheirinho pra investir em mais resenhas pra cá)

4 comentários :

  1. Ai to querendo tanto ler esse livro! Ouvi falar tão bem dele que não posso deixar passar <3
    A cada nova resenha que leio fico mais curiosa ainda para ler o livro. Adorei sua resenha ;)

    Beijos

    http://entre-linhaseparagrafos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que consiga ler logo, Bárbara! É um amorzinho <3

      Excluir
  2. Olá Ana, aqui é a monique do marcador de varinha de condão, nos conhecemos no encontro de blogueiros ;)
    Ouvir vocês falarem lá no encontro do Pax só me deixou com ainda mais vontade de ler, pois parece mesmo ser maravilhoso :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Seu marcador é muuuito lindo, parabéns! haha Espero que leia e goste :) Beijos!

      Excluir

Obrigada pela visita e comentário!
Comentários com mera intenção de spam ou divulgação serão ignorados.

Todas as visitas são retribuídas (muitas vezes retribuo seguindo o blog em questão, para assim poder comentar uma publicação que seja interessante e acrescentar ao invés de só retribuir).

Beijos ^-^