20 de abril de 2016

[Resenha] O Lado Feio do Amor - Colleen Hoover

É assim que uma pessoa desenvolve atração por alguém. Ele está longe, então de repente, ele está em todo lugar, quer você queira ou não.

Tate acabou de se mudar para a casa do seu irmão mais velho para dar continuidade ao seu mestrado na cidade. Logo no primeiro dia no novo apartamento ela conhece Miles, mas de uma forma não muito boa: ele estava completamente bêbado e desmaiado na porta, repetindo diversas vezes o nome Rachel.

Os dias passam, a bebedeira vai embora, e Miles e Tate vão se aproximando cada vez mais. A atração mútua que sentiam um pelo outro é totalmente perceptível, e eles finalmente cedem ao desejo. Porém, Miles tem duas condições para levar o pseudo-relacionamento a diante: Tate não pode lhe fazer nenhuma pergunta sobre seu passado e nem esperar nada do futuro. Para ela, parecia o plano perfeito.

Porém, com o passar do tempo a relação baseada somente em sexo passou a incomodá-la. Tate sentia que precisava de algo a mais, e sabia que aos poucos se entregava cada vez mais ao Miles. Apesar dos sentimentos dela, ele se mantém firme na proposta inicial: nenhum tipo de envolvimento.

Paralela à história do relacionamento dos dois, vamos conhecendo o passado de Miles, contado de forma intercalada entre os capítulos do presente. Ainda durante a adolescência, o rapaz conheceu Rachel, com quem viveu uma intensa paixão, mas que além de todas as coisas maravilhosas, o fez conhecer o tão temido lado feio do amor.



Meus sentimentos com relação a esse livro foram bastante controversos. A começar pela história de Tate e Miles: esse tipo de história em que o mocinho é meio vilão e a mocinha se desfaz por ele não me convence mais, e garanto que também não funciona pra grande parte do público feminino atualmente.

As mulheres não querem mais ler sobre outras mulheres que largam tudo e sofrem por um cara. Esse tipo de coisa só nos faz sentir menos vontade de ler. E o que acontece nessa história é exatamente isso - uma garota que tinha tudo pra crescer sozinha na vida e ser muito feliz, mas que acaba se apaixonando pelo cara errado e se anulando perante a ele.

Não vejo problema algum em isso ser retratado em um livro, desde que de uma forma realista. O que Collen Hoover faz em O Lado Feio do Amor é um enorme desserviço às mulheres. Sem querer dar spoiler, mas talvez já dando, o livro cria uma romantização de um relacionamento que beira o abusivo e nos entrega ao final um mocinho que depois de fazer a protagonista de gato e sapato durante a história toda, resolve que ela é o amor da sua vida em menos de 5 páginas. Repito: isso não é mais atrativo.

O único ponto que realmente me prendeu ao livro foram os capítulos dedicados ao passado de Miles. A autora soube colocar a pitada exata de mistério e foi nos entregando pouco a pouco a história, de uma forma a deixar o leitor totalmente vidrado em descobrir o final. Esses capítulos também tiveram uma construção interessante, em que grande parte era narrado em estrofes semelhantes às de um poema, utilizadas principalmente quando Miles falava de Rachel.

Alguns pontos realmente me incomodaram bastante, mas não vou me prolongar neles. Pra isso, fiz um vídeo no canal discutindo sobre a idealização dos romances nos News Adults e como isso afeta diretamente nossas experiências como mulher:





Infos:
Título original: Ugly Love
Autora: HOOVER, Colleen
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501105738
336 páginas
Para comprar: Submarino | Amazon
(comprando através dos links do blog, a blogueira que vos fala ganha um dinheirinho pra investir em mais resenhas pra cá)

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigada pela visita e comentário!
Comentários com mera intenção de spam ou divulgação serão ignorados.

Todas as visitas são retribuídas (muitas vezes retribuo seguindo o blog em questão, para assim poder comentar uma publicação que seja interessante e acrescentar ao invés de só retribuir).

Beijos ^-^