19 de janeiro de 2016

[Resenha] Caixa de Pássaros - Josh Malerman

Ninguém tem respostas. Ninguém sabe o que está acontecendo. As pessoas estão vendo alguma coisa que as leva a machucar os outros. A machucar a si mesmas. As pessoas estão morrendo. Mas por quê?

Que Caixa de Pássaros era um thriller desses de tirar o fôlego e te fazer dormir de luz acesa eu já sabia. Só não estava preparada para todos os sentimentos conflitantes que esse livro me traria. Tensão, agonia, claustrofobia e até mesmo lágrimas de tristeza e emoção - tudo isso em um único livro.

Malorie está prestes a deixar a casa onde vive junto a seus dois filhos e partir para o desconhecido. As janelas e portas estão trancadas e protegidas por lençóis e cobertores. As crianças - e até mesmo ela - utilizam vendas que as impedem de enxergar o mundo tal como ele é. Mas por quê toda essa proteção? Por que enxergar é perigoso no mundo em que essa família vive?

4 anos antes algo de muito estranho começou a atingir todo o mundo. Começando pela Rússia e, então, chegando até os Estados Unidos, as pessoas pareciam estar enlouquecendo. Primeiro, as vítimas se tornavam violentas como animais selvagens, sendo capazes até de atacar seus parentes mais próximos. Depois, acabavam por tirar a própria vida de formas brutais e assustadoras.

A princípio esse cenário não assustou Malorie. Os acontecimentos estavam distantes geograficamente dela e de sua família e pareciam ser casos isolados. Mas aos poucos, a população passou a se proteger de todas as formas possíveis do que quer que estivesse enlouquecendo as pessoas. Quando as primeiras teorias sobre aparições estarem causando o transtorno que levou muitos a morte começaram a surgir, o fato de enxergar se tornou extremamente perigoso.

O consenso era: não abra os olhos. E Malorie não os abriu. Percorreu dezenas de quilômetros até uma casa onde acreditou estar em segurança. Lá, juntamente com outras 6 pessoas e carregando um filho no ventre, lutou pela sua sobrevivência sempre com medo do que o outro lado da porta estaria reservando para quem saísse ou ousasse abrir os olhos. 

Agora, ela está se preparando para fugir daquela casa, deixando pra trás as lembranças de tudo o que viveu lá, de todas as pessoas que dividiram o teto com ela por tanto tempo. Agora, tudo o que leva consigo são os filhos e o terrível medo do que quer que esteja acontecendo lá fora. 

Caixa de Pássaros nos apresenta dois cenários diferentes: o mundo antes e depois do momento em que Malorie deixa a casa. Em alguns capítulos acompanhamos como tudo se desenrolou desde o momento em que a primeira vítima enlouqueceu, as mudanças que o mundo foi sofrendo, a chegada de Malorie à casa em que viveria os próximos 4 anos, seus moradores e o medo que os mantinham trancados como em uma caixa.

Paralelo a isso, outros capítulos nos mostram a fuga de Malorie rio abaixo, junto a seus dois filhos altamente treinados para ouvir cada som diferente e que nunca viram a luz do sol, saindo de casa apenas vendados. É possível sentir a tensão daquela família a cada novo barulho, a sensação de estar sendo seguido, a confusão e a dúvida sobre que tipo de criatura habita o planeta naquele momento.

Nenhum outro thriller conseguiu me trazer tanto medo como Caixa de Pássaros trouxe. Eu realmente senti o que os personagens sentiam, o medo do desconhecido, de enxergar o que quer que fosse e enlouquecer assim como as outras vítimas. Um trabalho excepcional de Josh Malerman e que merece todos os elogios que vêm recebendo da crítica especializada e dos blogueiros e booktubers mundo a fora! Já torço por uma adaptação cinematográfica desse livro - que, juro, será o único filme de terror que estarei ansiosa para assistir!

Infos:
Título original: Bird Box
Autor: MALERMAN, Josh
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580576528
268 páginas
Livro cedido para resenha pela editora.
Para comprar: Submarino | Americanas | Amazon
(comprando através dos links do blog, a blogueira que vos fala ganha um dinheirinho pra investir em mais resenhas pra cá)

1 comentários :

  1. Le!
    Esse livro é espetacular. Não sei como o Josh conseguiu mas também entrei demais no mundinho desse livo e até tive uns 2 pesadelos por causa dele kkk

    Eu também pensei que seria legal um filme mas acho que não daria certo. O legal é você se imaginar sem ver nada e em um filme acho que a coisa perderia metade da graça. Fora que com certeza ia ter uma representação da tal coisa que não sabemos o que é.

    Fiz uma resenha em vídeo desse livro lá no canal do Nerds Leitores, se quiser ver :-)

    Beijos l

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e comentário!
Comentários com mera intenção de spam ou divulgação serão ignorados.

Todas as visitas são retribuídas (muitas vezes retribuo seguindo o blog em questão, para assim poder comentar uma publicação que seja interessante e acrescentar ao invés de só retribuir).

Beijos ^-^