24 de dezembro de 2015

Projeto Jornalista: quarto semestre

Oi! Esse post faz parte da série Projeto Jornalista. Para conferir os anteriores é só clicar aqui.


O quarto semestre foi muito mais cansativo e trabalhoso do que longo. Diferente do terceiro - que não acabava nunca e deve ter durado no mínimo uns 20 anos - o quarto semestre passou bem rápido, tão rápido que eu quase não consegui acompanhar.

Isso porque finalmente iniciei meu projeto de iniciação científica! Essa era uma vontade que tinha desde o início da graduação, e poder me envolver com pesquisa foi muito gratificante. Meu projeto vai analisar o portal Fluxo - Estúdio de Jornalismo, que trabalha com um modelo muito bacana de financiamento e bastante utilizado hoje em dia na internet, o crowdfunding

Preciso dizer que me apaixonei pela pesquisa e pelo meu objeto de pesquisa. Além do portal, o Fluxo é um ambiente de discussões jornalísticas e reúne muito do que acredito para criar um jornalismo de qualidade pro futuro. Com relação as partes mais técnicas da pesquisa, confesso que tem sido um desafio: fiquei meio perdida no começo, levei bronca do orientador (mas já tô vacinada! apesar de tudo ele é um querido e me ajuda demais, agregando sempre muito conhecimento em qualquer reunião ou conversa pelos corredores) mas agora no finalzinho do semestre, quando consegui entrar de cabeça na pesquisa, tudo ficou mais fácil e agradável.

(eu, boba, apresentando o banner do meu projeto no Encontro de IC da PUC)

Mas, bem, a iniciação científica me tomava um certo tempo. Além das reuniões semanais, ainda tive muitos textos para ler em casa e fichar, mas que acabaram me ajudando muito nas disciplinas da graduação, principalmente em uma específica de pesquisa, onde montamos um projeto de pesquisa para analisar o boletim G1 em 1 minuto, no próximo semestre.

Como eu talvez já tenha comentado antes, também me envolvi no grupo de dança da faculdade. São dois ensaios semanais, com bolsa estímulo. A dança é algo que eu sempre gostei, iniciei muito cedo, e essa oportunidade que a universidade me deu foi incrível! Conheci pessoas maravilhosas e voltar pros palcos fez um bem gigantesco para mim. Apresentamos um espetáculo todo baseado em obras musicais brasileiras e fizemos uma participação especial no espetáculo do grupo de teatro - o Cabaret -, com a temática voltada aos musicais. Foi incrível e eu pretendo continuar no grupo até depois de me formar.

(o grupo de dança ao final da performance final do musical A Chorus Line)

E mesmo com tantos projetos assim ainda dá tempo de me dedicar as disciplinas regulares do meu curso? Dá sim! E muito! Nesse semestre produzimos uma série de reportagens aliada a um programa de entrevistas com a temática de relacionamentos abusivos - foi inexplicável ouvir tantas histórias tristes mas também de superação, e o resultado foi lindo. Produzimos também mais um rádio jornal, assim como no terceiro semestre, uma mesa redonda com o tema feminismo e o mais legal: um rádio documentário sobre Star Wars!

Eu nunca tinha assistido a série (até o momento desse post, consegui assistir ao episódio IV haha) e foi realmente um desafio para mim, sendo a locutora, lidar com tantas palavras diferentes e de pronuncia complicada. Mas o resultado ficou impecável! Os efeitos sonoros, os comentários, a parte histórica... Eu fiquei tão apaixonada pelo nosso doc que resolvi conhecer a série.

Mas o destaque que quero mesmo dar é para as aulas de fotografia. Se você me conhece bem já sabe: essa tatuagem de câmera no meu ombro não é a toa. Antes de conhecer o jornalismo, meu sonho era ser fotógrafa, e a paixão nunca foi realmente embora. Nesse semestre tivemos fotojornalismo B, com um professor que foi um dos maiores fotojornalistas da cidade de Campinas!

(minhas fotos produzidas e reveladas por mim em aula)

O aprendizado, não só técnico como histórico, foi maravilhoso. Eu passava a semana toda ansiosa pela sexta à noite para as aulas de fotografia. Tivemos uma introdução à história, fotografamos com câmeras analógicas e revelamos! Amei revelar! No final, tivemos um contato inicial com a fotografia digital (que será mais abordada no próximo semestre) e desenvolvemos um ensaio fotográfico.

O meu, obviamente, não poderia deixar a literatura de fora. Fotografei um sebo bastante conhecido da minha cidade, o que me rendeu um 10 no trabalho final. Enfim, foi uma disciplina muito gratificante e mal posso esperar por fotojornalismo B no ano que vem! Psicologia Aplicada e Assessoria de Imprensa também foram disciplinas que gostei muito de estudar e que vão deixar saudades.

Enfim, como já disse: foi um semestre cansativo, porém passou rápido demais e vai ser um daqueles de deixar saudades. Para o próximo fica o medo - a maioria dos meus veteranos me diz como o terceiro ano é o mais difícil e cansativo da faculdade. Começaremos as disciplinas de jornalismo aplicado, teremos aulas com professores um pouquinho mais rígidos (rs) e daremos continuidade à pesquisa sobre o G1 em 1 minuto. Tudo isso além da iniciação científica e da dança. Será que aguento?

Vamos aguardar mais um capítulo dessa saga até o diploma! haha


0 comentários :

Postar um comentário

Obrigada pela visita e comentário!
Comentários com mera intenção de spam ou divulgação serão ignorados.

Todas as visitas são retribuídas (muitas vezes retribuo seguindo o blog em questão, para assim poder comentar uma publicação que seja interessante e acrescentar ao invés de só retribuir).

Beijos ^-^