14 de outubro de 2015

[Destilando Palavras #7] Visitando velhos amigos

Nos últimos meses tenho relido e reassistido muitas histórias, principalmente as minhas favoritas. No último fim de semana, enquanto assistia As Vantagens de Ser Invisível, tive uma sensação muito gostosa e que me inspirou a escrever esse post: a sensação de estar visitando um amigo que não via há muito tempo.

Não é novidade pra ninguém que quando gostamos ou nos identificamos muito com uma história, seus personagens passam a ser nossos amigos também. Por exemplo: é impossível ouvir Heroes, do David Bowie, sem me lembrar de Charlie, Patrick e Sam e da maravilhosa cena no túnel. Mas a sensação que tenho vai além da lembrança, eu me sinto nostálgica e com saudades daquele momento, como se eu tivesse estado presente lá, como se eu também fosse parte daquela cena e ela fosse real, não apenas parte de um livro.


A sensação é muito parecida com quando nos reunimos com amigos antigos, como os da época do ensino médio, e relembramos as histórias que passamos juntos. Mas como é possível que um livro nos cause esse sentimento?

Já repeti diversas vezes aqui que, independente do enredo ou do gênero literário, sou apaixonada por livros que me fazem sentir coisas (boas ou ruins) e que tenho uma admiração enorme por autores que conseguem essa façanha. Hoje posso dizer que minha admiração foi multiplicada depois de conhecer esse sentimento tão maravilhoso.

2 comentários :

  1. Eu li "O Nome do Vento" do Patrick Rothfuss a primeira vez em 2012. Já li 4 vezes, incluindo a sequência, "O Temor do Sábio".

    Toda vez que leio, vejo que o livro desperta diferentes sentimentos em mim. É como se a cada momento que releio, outra história nasce. Isso muito porque eu também devo ter mudado, mas enfim, mesmo sendo o mesmo livro, sempre é uma nova experiência.

    ~ Felipe

    ResponderExcluir
  2. Esse sentimento de nostalgia, de prazer ao voltar a ler ou rever aquela obra que te trouxe sensações boas eu também tenho e é sempre mágico <3 Um filme, um livro, uma obra de arte, um lugar, uma pessoa, são várias coisas que me fazem sentir assim, do jeito como você descreveu e é sempre lindo revisitar algumas delas de vez em quando.

    Beijos
    Meu Outro Lado

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e comentário!
Comentários com mera intenção de spam ou divulgação serão ignorados.

Todas as visitas são retribuídas (muitas vezes retribuo seguindo o blog em questão, para assim poder comentar uma publicação que seja interessante e acrescentar ao invés de só retribuir).

Beijos ^-^