5 de agosto de 2015

[Resenha] Para todos os garotos que já amei - Jenny Han

Quando escrevo, não reprimo nada. Escrevo como se ele nunca fosse ler. Porque não vai mesmo. Cada pensamento secreto, cada observação cuidadosa, todos os sentimentos que guardei dentro de mim, coloco tudo na carta. Quando termino, fecho o envelope, escrevo o endereço e coloco dentro da caixa de chapéu azul-petróleo.

Estive doida por esse livro desde que soube que seria lançado no Brasil, então minhas expectativas eram muito altas quando ele chegou até minhas mãos. Não vou dizer que foram superadas: não foram. Mas o livro me atingiu exatamente da maneira que imaginei, e é isso que vale!

Lara Jean é a irmã do meio das irmãs Song. Quando sua irmã mais velha, Margot, se muda para a Europa para estudar, toda a responsabilidade da casa recai sobre ela, já que a mãe das garotas morreu há alguns anos e o pai é um médico muito ocupado.

Como se não bastasse toda a carga emocional de ficar longe da irmã e também a responsabilidade de ter que cuidar da que ficou por aqui e de seu pai, a garota ainda revive um sentimento um tanto quanto proibido e contraditório: a paixão por Josh, ex-namorado de Margot.

Porém, tudo isso é ofuscado quando, misteriosamente, Peter Kavisnki recebe uma carta que foi escrita por ela há muitos anos. A carta em questão foi escrita no momento em que Lara decidiu que não iria mais gostar de Peter. Era como um ritual: sempre que gostava de algum garoto e resolvia ''desgostar'', Lara Jean escrevia uma carta de despedida contando, por exemplo, tudo o que mais gostava nele, como aquele sentimento surgiu e, por fim, dando adeus. Depois disso as cartas eram colocadas em uma caixa de chapéu, presente da falecida mãe, e guardadas para sempre.

Ao todo, 5 cartas foram escritas, e Lara nunca teve a intenção de enviá-las. Porém, de alguma forma Peter K. recebeu a sua e isso não era o pior de tudo. A pior parte era que, seguindo a lógica, Josh também receberia a sua, e isso significava sua vida virando de cabeça para baixo.

Para todos os garotos que já amei me surpreendeu por ir além da sinopse e título. A princípio imaginei um livro que contasse todas as histórias das cartas e como a protagonista resolveria a confusão que essas cartas gerariam, mas o enredo seguiu um caminho que eu realmente não esperava e isso foi um ponto muito positivo.

Não vou dizer que a história fugiu do clichê, porque estaria mentindo. Mas só o fato de trazer muito mais do que a sinopse promete já é algo a ser considerado. Apesar disso, tenho que confessar que a protagonista me irritou um pouco em certos momentos. Ela agia de forma impulsiva diversas vezes, me fazendo ter agonia de continuar a leitura ao imaginar as possíveis consequências dessas ações.

Porém, refletindo um pouco mais, me coloquei no lugar da Lara. Com 16 anos quase ninguém age de forma coerente e sensata. É comum, quando se é adolescente, agir de forma impulsiva, ainda mais sob toda a pressão que a personagem estava, cuidando da família, longe da irmã na qual era muito apegada, mantendo uma paixão proibida pelo ex-namorado dessa mesma irmã... No fundo, tudo o que ela queria era evitar uma crise.

O final deixou um gancho bastante interessante e que me deixou muito curiosa pela continuação, PS.: Ainda Amo Você, que só pelo título já consigo imaginar do que pode se tratar. Recomendo a leitura, mas sempre lembrando: vista sua capinha de adolescente e lembre-se de como você, provavelmente, também agia ;)

Infos:
Título Original: To all the boys I've loved before
Autora: HAN, Jenny
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580577266
316 páginas
Livro cedido para resenha pela editora.

2 comentários :

  1. Eu estava com bastante vontade de ler esse livro, aí tinha desanimado mas esse post resgatou a vontade. Vou procurá-lo!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e comentário!
Comentários com mera intenção de spam ou divulgação serão ignorados.

Todas as visitas são retribuídas (muitas vezes retribuo seguindo o blog em questão, para assim poder comentar uma publicação que seja interessante e acrescentar ao invés de só retribuir).

Beijos ^-^