1 de junho de 2015

[Resenha] Por Lugares Incríveis - Jennifer Niven

De acordo com a minha experiência, as pessoas são muito mais compreensivas se conseguem ver a sua doença, e pela milionésima vez na vida eu desejei ter sarampo ou varíola ou alguma outra coisa facilmente verificável só pra ficar mais fácil pra mim e pra todo mundo.

O quote que inicia esse post aparece logo no começo do livro, e poderia facilmente ter sido escrito por mim. Foi algo que eu pensei inúmeras vezes nesse quase um ano. Se você frequenta esse humilde blog com alguma periodicidade, já deve ter lido alguma resenha em que eu citei meus problemas com a depressão, e sim, esse é mais um livro que trata sobre esse assunto e que não poderia ter me marcado menos.

Theodore Finch e Violet Markey se conhecem de uma forma um tanto quanto esquisita: ambos estavam na torre do relógio da escola prontos para acabar com suas próprias vidas. Macabro? Sim. Mas mais comum do que imaginamos.

Theodore tem uma síndrome que não consegue entender: ele simplesmente "apaga". Quando algo traumático acontece ou até mesmo sem motivos, ele simplesmente dorme por dias a fio. Já Violet perdeu recentemente sua irmã mais velha em um acidente de carro e ainda não consegue superar.

O porém é: Violet é uma das meninas mais populares da escola e Theodore o esquisitão. Clichê, sim, mas ele para por aí. Não é mais um romance genérico que você pode encontrar em qualquer outro livro. Definitivamente não.

Depois de se convencerem a deixar a história de suicídio pra lá, Theodore fica extremamente intrigado. Violet tinha tudo na vida, o que estaria acontecendo para que pensasse em se suicidar? A partir disso o garoto tenta se aproximar a todo custo dela, que no começo se esquiva, mas acaba cedendo. (Ok, depois de muita insistência do garoto e confesso que achei isso um pouco creepy)

Os lugares incríveis começam a partir de um trabalho escolar onde o objetivo é visitar pontos turísticos da cidade onde vivem, e ambos partes juntos atrás desses lugares incríveis, ficando cada vez mais próximos e conhecendo um pouquinho da dor que o outro carrega.

Esse livro me tocou muito, sério. Ele não é uma história de amor com um final feliz. Eu quase pude ouvir Lemony Snicket como no início das Desventuras em Série dizendo: essa não é uma história feliz e se você procura isso, largue esse livro. 

Ele dói, ele machuca, ele dilacera. Meu coração ficou em pedaços no final do livro e quando me dei conta do rumo que a história tomaria, eu senti tanta raiva da autora, mas ao mesmo tempo me senti agradecida. Agradecida porque a vida real é isso! Na vida real às vezes a gente encontra, sim, muita dor. E às vezes essa dor simplesmente não vai embora.

Sei que pra mim é muito mais fácil me comover com esse tipo de história porque me vejo em cada linha escrita pela autora, mas também sei que é impossível não sentir o peito apertar com o final do livro. Tanto que, só ao pegá-lo pra escrever essa resenha meu peito já doeu.

Eu quero, com todo meu coração, indicar esse livro pra todo mundo. Não só esse, como diversos livros que tratam sobre o assunto, e tentar assim desmistificar aos poucos a ideia tão errada que muita gente tem com relação a distúrbios psicológicos. Talvez depois de ler tantas histórias as pessoas entendam que isso é real e, infelizmente, atinge mais pessoas do que é humanamente aceitável.

Ps.: Quem me presenteou com esse livro (com mordidas de cachorro <3) foi o Pedro. Ele é fotógrafo, tatuador e ganhou o livro na livraria onde ele trabalha. Quando fiquei sabendo contei pra ele o quanto era doida por esse livro, e depois de ler ele me deu! Em troca, façam o favor de visitar a página de fotografias dele, ok? Ok. https://www.flickr.com/photos/lokituyre

Infos:
Título original: All the bright places
Autora: NIVEN, Jennifer
Editora: Seguinte
ISBN: 9788565765572
335 páginas
Para comprar: Submarino | Americanas
(comprando através dos links do blog, a blogueira que vos fala ganha um dinheirinho pra investir em mais resenhas pra cá)


0 comentários :

Postar um comentário

Obrigada pela visita e comentário!
Comentários com mera intenção de spam ou divulgação serão ignorados.

Todas as visitas são retribuídas (muitas vezes retribuo seguindo o blog em questão, para assim poder comentar uma publicação que seja interessante e acrescentar ao invés de só retribuir).

Beijos ^-^