[Resenha] Objetos Cortantes - Gillian Flynn

by - 11:00 AM

A última palavra que gravei em mim mesma, dezesseis anos depois de ter começado: sumir.


E mais uma vez Gillian Flynn, autora do espetacular Garota Exemplar, nos presenteia com uma trama incrível e inacreditável.

Camille Parker é jornalista em Chicago. Na nova pauta designada à ela, seu trabalho é viajar para sua cidade natal para fazer a cobertura de dois assassinatos cometidos com 9 meses de espaço, mas com certas características que fazem as autoridades acreditarem estarem interligados: ambas as vítimas eram garotas na pré-adolescência, foram mortas estranguladas e tiveram seus dentes arrancados.

Voltar para a cidade onde cresceu já é um desafio gigantesco para ela. Desde criança sua relação com a mãe nunca foi das melhores, e com a morte de sua irmã mais nova quando criança e o novo casamento da mãe as coisas só pioraram. Voltar para a cidade é voltar também para antigos medos e traumas.

Medos e traumas esses que desenvolveram um transtorno psicológico em Camille: a auto-mutilação. Todo o corpo da protagonista tem cicatrizes de palavras das mais diversas cortadas e feridas. Briga, lixo, bomba, pequena, garota. Todas essas palavras levaram-na há alguns meses internada em uma clínica psiquiátrica.

Paralelo a tudo isso, Camille se aproxima mais de sua meia-irmã, filha do segundo casamento da mãe. Amma tem 13 anos mas já é a garota mais temida em sua escola, em seu círculo de amigos. Com um grande poder de persuasão sob tudo e todos, aos poucos a garota vai se tornando mais um enigma para que Camille resolva e encare de frente em Wind Gap.

Objetos Cortantes deixa o leitor em dúvida até a última página do livro. Nem tudo é o que parece. Ou melhor: quase nada é o que parece, ao maior estilo Gillian Flynn de escrever. Mais uma vez temos personagens incrivelmente construídos, cenas fortes e perturbantes e um final que é um tapa na cara.

Depois dessa leitura posso dizer que virei fã da autora e mal posso esperar pela tradução de mais um livro seu aqui pro Brasil!

Infos:
Título Original: Sharp Objects
Autora: FLYNN, Gillian
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580576580
254 páginas

Livro cedido para resenha pela editora.
Para comprar: Submarino | Americanas
(comprando através dos links do blog, a blogueira que vos fala ganha um dinheirinho pra investir em mais resenhas pra cá)

You May Also Like

4 comentários

  1. Boa tarde,
    Como vai?
    Ah,adorei sua resenha *------*
    Já havia lido a sinopse e já gostava só pelo fato dela ser jornalista em Chicago - Tenho uma admiração por esta cidade,devido as ligas de esportes dos Eua kkkkk.

    Parece ser um livro muito interessante,que prende a atenção do autor *---*

    Beijão e tenha uma excelente semana
    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir
  2. Li esse livro também e nossa, já tenho ela como uma das minhas autoras favoritas <3 os livros são tão perturbadores <33
    acho que ela poderia ter entrado em mais detalhes na parte final, achei meio corridinho, mas ainda assim, o livro é incrível!

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana!
    Tô na página 100 e não faço ideia do que esperar dessa trama! A autora (em suas obras) ter um poder de persuasão incrível, e sempre consegue passar um pouco disso para seus personagens. Estou viciada nesse livro, quero terminar o quanto antes!

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  4. Estou prestes a ler novamente, é realmente interessante. Gillian Flynn tem o dom de ser uma escritora atual que consegue me convencer a ler seus livros através apenas da sinopse. Isso é um fato. O livro é bem escrito, todo em primeira pessoa e apresenta todos os acontecimentos e personagens sob a dimensão de Camille. A estrutura narrativa é bem montada, não sobra espaço para confusão e o desfecho é levemente deduzível, contudo até o último momento torcemos para que estejamos errados. Por outro lado a série Objetos cortantes estreou no domingo na HBO. Produção é inspirada em livro homônimo de Gillian Flynn. No primeiro episódio, Objetos cortantes vai aos poucos inserindo a história, que envolve tanto o mistério dos assassinatos quanto o mistério envolvendo o passado de Camille, uma mulher receosa da mãe, assombrada pelos fantasmas do passado que envolvem a morte de uma irmã, viciada em bebidas alcoólicas e também em automutilação. Mesmo assim, isso não torna a série lenta. Pelo contrário, ao entregar pouco, a produção faz com que o espectador queira seguir nessa história, que promete muitas reviravoltas. Visualmente, Objetos cortantes também é muito interessante. As cores extremamente fortes das cenas contrastam com a atmosfera de mistério que envolve a história. Outro ponto alto são os debates que a minissérie vai abordar como a relação entre mãe e a filha e, claro, a automutilação, algo que atormenta a vida da protagonista.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e comentário!
Comentários com mera intenção de spam ou divulgação serão ignorados.

Todas as visitas são retribuídas (muitas vezes retribuo seguindo o blog em questão, para assim poder comentar uma publicação que seja interessante e acrescentar ao invés de só retribuir).

Beijos ^-^