16 de janeiro de 2015

[Destilando Palavras #4] Prosinha Antiga

Queria escrever um livro, um poeminha, uma prosa, um bilhete, uma carta, um ensaio, um mantra… O que fosse! Queria contar aquela história. O mistério, a descoberta, o teorema de Platão, a fuga, o retorno, o encontro, a chuva, o que quase aconteceu, o que quase não passou. O adeus, o ódio, o tanto que escrevi sobre, a certeza de um “jamais” pra tudo que antes era um “quem sabe”. Coisas que nunca tiveram um prefacio e nunca terão um ponto final.

Somos eternas reticências…

(Maio/2012)

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigada pela visita e comentário!
Comentários com mera intenção de spam ou divulgação serão ignorados.

Todas as visitas são retribuídas (muitas vezes retribuo seguindo o blog em questão, para assim poder comentar uma publicação que seja interessante e acrescentar ao invés de só retribuir).

Beijos ^-^